LUZ

Insole implanta B1 com G2

01/11/2021 12:24

Fintech de energia solar vai usar ERP da SAP para acabar com planilhas.

Energia solar está em alta. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Insole, uma fintech pernambucana que oferece financiamento para a instalação de placas solares, implantou o sistema de gestão Business One da SAP rodando na nuvem da Huawei, em um projeto com consultoria da G2.

O novo ERP deve ajudar a startup a deixar para trás as planilhas de Excel, que não vinham dando mais conta de organizar a empresa, que tem hoje cerca de 220 funcionários e vem crescendo em ritmo acelerado.

Nos últimos três anos, o faturamento da startup fundada em 2013 aumentou 150% anualmente. Só no primeiro semestre de 2021, a empresa já ultrapassou o faturamento de 2020 inteiro. 

São números acima da média do mercado, que já cresce de maneira acelerada. Segundo a Absolar - Associação Brasileira da Energia Solar Fotovoltaica, o segmento cresceu 40% no primeiro semestre de 2021. 

“Quanto mais a gente cresce, mais complexa fica a nossa gestão. Por isso, optamos pelo SAP Business One, que consegue nos oferecer todo o suporte necessário para a expansão”, pontua Ananias Gomes, CEO da empresa.

A Insole já tinha um ERP rodando, cujo nome a SAP, muito educadamente, não chega a mencionar na sua nota, apontando apenas que ele “ não era capaz de suportar todas as necessidades” da fintech.

Hoje, todos os processos da Insole estão integrados, do pedido, passando pela operação até o faturamento. 

A Insole já recebeu mais de R$ 150 milhões em capital de fundos de investimentos e tem um modelo de negócio relativamente simples. 

Sediada no Porto Digital, endereço famoso do setor de tecnologia em Recife, a Insole adianta capital para instalação de placas solares, fazendo uma espécie de portabilidade em cima da conta de energia do cliente.

O cliente da Insole “transfere” a sua conta de energia para a fintech, passando a pagar um valor fixo para a companhia, por um período de ao redor de 10 anos.

Assim, ele fica protegido dos reajustes na conta da luz, que nos últimos anos chegaram a 10% anuais. Depois de encerrado o financiamento, o cliente passa a ser dono das placas, com uma economia na casa dos 90% frente à conta da luz. A vida útil dos equipamentos é estimada em 25 anos.

A empresa, que hoje atende 5 mil clientes pessoa física e jurídica nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, planeja expandir sua atuação para o país todo. 

Esse é o segundo cliente da G2 na área de tecnologias limpas.

Recentemente, a consultoria começou uma implementação do B1 na Moss, plataforma mundial de compra de créditos de carbono.

A startup opera por meio de uma plataforma digital registrada em blockchain e criptomoedas. Entre os clientes, estão nomes como iFood, C6 Bank, Creditas, Cia. Hering e GOL Linhas Aéreas.

A G2 é uma das maiores parcerias da SAP para a linha B1 no Brasil, atendendo 102 grupos econômicos, com presença em nove países. A empresa tem 67 colaboradores e está presente em 25 cidades em seis estados.

A SAP trouxe o B1 para o Brasil em 2005. Hoje são 150 empresas trabalhando com implementação e 7,5 mil clientes no Brasil, o que é uma cifra respeitável em um universo de 70 mil clientes em todo o mundo.

No ano passado, o Brasil foi líder em receita para o B1 no mundo, um feito ainda mais notável tendo em conta a situação atual do câmbio.

Veja também

TELECOM
Oi: gestão de energia com Way2

A catarinense vai gerir 65 mil faturas de energia de unidades consumidoras da operadora.

DESENVOLVIMENTO
Sou Energy reformula área de TI

Cearense é especializada em energia fotovoltaica, mas está criando produtos de tecnologia.

ARES
Leveros vai migrar para o S/4 da SAP

Projeto começa em abril de 2022. Falta definir quem é o parceiro de implementação.

PAINÉIS
Brookfield compra Aldo Solar

Empresa vendeu um terço de todos os geradores que estão nos telhados do Brasil.

ÁTOMOS
Bill Gates e Warren Buffet constroem usina nuclear

Nomes de peso vão fazer um investimento de US$ 1 bilhão em nova planta nos EUA.

RENOVÁVEL
Panvel aposta em energia solar

Projeto é nova frente da SKA, conhecida pela atuação com tecnologia para indústria.