FECHADO

Salesforce paga US$ 27,7 bilhões pelo Slack

02/12/2020 10:39

Gigante de CRM acaba de fechar um dos maiores negócios do setor de tecnologia.

Onde o cara consegue uma camisa com esse padrão?

Tamanho da fonte: -A+A

A Salesforce vai comprar a plataforma de comunicação Slack por um total de US$ 27,7 bilhões, numa transação que envolve dinheiro e ações.

É o maior negócio já fechado pela Salesforce e fica entre os maiores do setor de tecnologia como um todo, taco a taco com a aquisição da Red Hat pela IBM, fechada por US$ 34 bilhões no ano passado, ou a compra do Linkedin pela Microsoft em 2016, que custou US$ 27 bilhões.

Como costuma acontecer nessas ocasiões, os executivos envolvidos deixaram a modéstia de lado.

“Foi um acordo divino. Juntas, Salesforce e Slack vão moldar o futuro do software corporativo e transformar a maneira como trabalhamos no mundo digital”, disse o CEO da Salesforce, Marc Benioff, no comunicado oficial.

Stewart Butterfield, CEO da Slack, não ficou atrás e disse que se trata simplesmente da “combinação mais estratégica da história do software”.

Nem todo mundo ficou tão impressionado.

Para o The Information, uma influente newsletter do Vale do Silício, a Salesforce está fazendo um valor de "fazer saltar os olhos" por uma companhia que "não dá lucro e não conseguiu capitalizar do boom de trabalho remoto gerado pela pandemia como Zoom e a Microsoft".

Com a compra da Slack, a Salesforce está tentando realizar um sonho antigo de tornar a sua solução o canal no qual se realizam uma série de transações hoje resolvidas com emails.

Em 2010, a empresa lançou a Chatter, uma rede social privada para empresas. Seis anos depois, a Salesforce, comprou a Quip, uma startup de documentos colaborativos em nuvens, por mais de US$ 500 milhões. Nenhuma dessas apostas vingou.

O Slack começou como uma tecnologia para desenvolvedores, mas tem ganhado cada vez mais espaço no meio corporativo, oferecendo a possibilidade de estruturar canais de diálogos por tarefas, equipes ou departamentos. 

Em fevereiro, por exemplo, a IBM, que pode ser considerada um cliente corporativo por excelência, fechou um contrato para usar o Slack com 350 mil funcionários, se tornando a maior usuária do software.

De acordo com os últimos números divulgados pelo Slack, ainda no ano passado, o número de usuários ativos diariamente chegava a 12 milhões. 

A cifra, no entanto, é uma fração dos 115 milhões do Teams, vendido pela Microsoft em um pacote com outras soluções populares no meio corporativo. Antes da pandemia, o Teams tinha 32 milhões de usuários. 

Além disso, o Slack dá prejuízo. No ano passado, a empresa ficou US$ 141 milhões no vermelho, com um faturamento de US$ 401 milhões.  

A perspectiva é boa, no entanto: embalado pela onda de trabalho remoto vinda com a pandemia, o Slack cresceu 50% no primeiro trimestre de 2020 em comparação com o mesmo período do ano passado.

Com a compra, a Salesforce também quer manter seus índices acelerados de crescimento, que agradam o mercado de ações.

No ano passado, por exemplo, a Salesforce pagou em junho de 2019, por US$ 15,3 bilhões pela Tableau, uma companhia de software de visualização de dados.

Com a Tableau, a Salesforce apresentou 29% no último ano. Sem a aquisição, o resultado teria sido 23%, uma cifra alta, mas abaixo do resultado de 2018.

Veja também

GESTÃO
Microsoft proíbe uso do Slack

A empresa cita riscos de segurança como justificativa.

ADEUS
IBM mata sua versão do Slack

Lançado em 2016, Watson Workspace não chamou a atenção dos clientes.

ONDA
SAP reajusta previsão e leva tombo na bolsa

Coronavírus prejudica faturamento da gigante e mercado não gosta. Acabou sobrando até para a Salesforce.

CARREIRA
Fontolan, ex-FICO, vai para Pegasystems

Empresa de CRM está montando um time de peso no Brasil.

LÍQUIDO
Acqualive implanta CRM da Salesforce

Fabricante de filtros de água teve consultoria da Tech6 no projeto.

MELHOR NÃO
Salesforce desiste do Dreamforce

Não está fácil para ninguém: gigante de CRM prefere desistir de versão digital de mega evento.

LATAM
Pegasystems contrata ex-VP da Salesforce

Com mais de 20 anos de experiência, Rafael Lameirão assume a diretoria de vendas da empresa na América Latina.

COMUNICAÇÃO
Slack quer substituir emails

Empresa lançou função que permite o contato direto com até 20 organizações na plataforma.

COMUNICAÇÃO
Amazon adota serviço da Slack

Em contrapartida, plataforma vai migrar recursos para o Chime e expandir uso da AWS.