LOGÍSTICA

Mercado Livre abre centro de triagem em SP

04/08/2022 10:56

Localizada em Cajamar, a estrutura vai abastecer outros 100 centros de distribuição.

O local também servirá como apoio para a operação em períodos de alta, como a Black Friday. Foto: Divulgação/Mercado Livre

Tamanho da fonte: -A+A

O Mercado Livre, uma das maiores empresas de e-commerce da América Latina, abriu um novo centro de distribuição em Cajamar, município a 29 km de São Paulo conhecido pela quantidade de galpões logísticos.

O valor da implantação do novo centro não foi divulgado, mas faz parte dos R$ 17 bilhões que o Mercado Livre irá investir no Brasil em 2022.

Segundo o NeoFeed, o local funciona como um centro de triagem, com a separação prévia dos pacotes que serão enviados para mais de 100 outros centros de distribuição — estes dedicados à entrega final do produto ao consumidor, etapa conhecida como última milha.

Esta é a primeira unidade da companhia nesse formato na América Latina, com mais de 50 mil m², cerca de 200 funcionários e liberando entre 150 mil e 200 mil entregas por dia. 

A capacidade total deve ser atingida no fim do ano, quando a expectativa é chegar 400 funcionários e até 450 mil pacotes, representando 30% do volume diário da empresa.

Conforme Eduardo de Sá, diretor de transportes do Mercado Livre, a estrutura tem foco em diminuir custos de transporte.

“É onde a gente vai consolidar a carga e entregar em todos os destinos do Brasil. Isso facilita todo o processamento e a entrega dos pacotes”, explicou Sá ao NeoFeed.

O local também servirá como apoio para a operação em períodos de alta, como a Black Friday.

Até o final do ano, a estrutura logística do Mercado Livre passará a contar com: 12 centros de distribuição fulfillment, um receiving center, 17 cross dockings, mais de 100 services centers e 3 mil agências.

Em abril deste ano, o Mercado Livre investiu em outra operação de logística, anunciando um acordo de 10 anos com a Gol, uma das maiores companhias aéreas brasileiras, para aumentar suas entregas por via aérea em até cinco vezes.

Agora, a empresa conta com seis aeronaves e com uma capacidade de frete de 40 milhões de pacotes por ano.

No segundo trimestre deste ano, o Mercado Livre teve uma receita líquida de US$ 2,6 bilhões, um crescimento de 52,5% em dólar em comparação com o mesmo período de 2021. 

O Brasil representa cerca de 56% da receita líquida total do Mercado Livre, que alcançou US$ 1,4 bilhão e crescimento de 52,5%.

Veja também

LOGÍSTICA
Mercado Livre transporta cargas com a Gol

Serão seis aeronaves personalizadas com a cor e a logomarca do e-commerce.

CIFRAS
Mercado Livre: R$ 17 bi no Brasil em 2022

Foco do investimento será na malha logística e na fintech Mercado Pago.

E-COMMERCE
Hackers invadem Mercado Livre

Foram acessadas informações de 300 mil usuários, mas não houve vazamento.

CONTRATAÇÃO
Tul tem ex-Mercado Livre como COO

A startup Colombiana está chegando ao Brasil e contratou Leandro Bassoi.

TROCA
Nuvemshop traz ex-Mercado Livre

Fabiano Leite será responsável pelas plataformas de e-commerce da empresa.

E-COMMERCE
Paraíba tem 300 centros de distribuição

O estado está atraindo grandes empresas com redução de ICMS para 1%.