CX

C6 Bank sofre golpe de R$ 50 milhões

05/04/2022 10:25

Funcionária terceirizada teria liderado esquema para desviar dinheiro de contas.

Lançado em 2019, o C6 Bank já teria 14 milhões de clientes. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Polícia Civil de São Paulo está investigando um desvio de cerca de R$ 50 milhões de contas do C6 Bank, que teria acontecido em maio de 2021. 

Segundo a revista Veja, a principal suspeita é que uma funcionária da Concentrix, empresa terceirizada especializada em customer experience, teria liderado a fraude ao ter acesso ao sistema do banco, onde aumentou o limite de cheque especial de mais de 200 contas.

Com a autorização de clientes do C6 selecionados via redes sociais, ela teria desviado o dinheiro em uma espécie de rachadinha.

Em um dos casos, o cheque especial da conta de uma pessoa selecionada via Instagram foi elevado a R$ 1 milhão. Na sequência, o dinheiro sumiu via Pix por diversas contas, mas R$ 100 mil ficaram com a dona da conta.

Ainda de acordo com a publicação, a polícia não esclareceu se correntistas também acabaram sendo vítimas do golpe, já que a dívida do cheque especial com o C6 permanece, ou se eram apenas contas laranjas.

A Concentrix e o C6 Bank ainda não comentaram o assunto.

Listada na Nasdaq, a americana Concentrix atua em mais de 40 países com clientes de 10 setores da indústria, entre eles serviços bancários e financeiros. No Brasil, tem escritórios em São Paulo e Fortaleza.

Lançado em 2019, o C6 foi fundado por ex-sócios do BTG Pactual e alcançou a marca de 1 milhão de clientes nos primeiros seis meses de operação. Hoje, o número já chegaria a 14 milhões entre pessoas físicas, MEIs e PMEs.

O portfólio da empresa conta com mais de 20 produtos, incluindo serviços financeiros básicos gratuitos, como conta corrente, cartões de crédito e débito, transferências e saques, tags de pedágio e conta internacional para dólar ou euro.

Em junho de 2021, uma participação de 40% na fintech foi vendida para a JPMorgan Chase, americana líder mundial em serviços financeiros e terceira maior empresa do mundo.

Veja também

LADO B
iFood: infiltração na greve dos entregadores?

Reportagem mostra em detalhes práticas de comunicação questionáveis do app.

PRIVACIDADE
Vazamento de dados não dá nada

Direito a indenização só com prejuízo comprovado, decide o TJ de São Paulo.

MALANDRAGEM
Golpistas criam plataforma para oferecer empregos fake

A fraude é conhecida como “Golpe do emprego de meio período".

RÁPIDO
30 sites falsos miram no Valores a Receber

Fraudadores estão a mil tentando enganar pessoas atrás de dinheiro perdido.

GRANA
BC terá site para consulta de dinheiro esquecido

Serviço foi lançado em janeiro no portal do órgão, mas número de acessos gerou instabilidade.

UPGRADE
Golpistas já mandam boleto falso com Pix

Um golpe clássico já está atualizado para as últimas tendências em pagamentos, revela Kaspersky.