Felipe Canale.

Felipe Canale, ex-gerente regional da RSA Security para Brasil e Cone Sul, acaba de assumir o cargo de country manager no Brasil da Forcepoint.

Canale assume no lugar de Paulo Marcelo, que esteve no cargo entre junho de 2018 e novembro do ano passado.

O novo country manager da Forcepoint estava na RSA nos últimos seis anos e é um profissional experiente no segmento de segurança.

Ele também foi gerente regional da Crossbeam Systems, diretor de canais da McAfee e passou por cargos de gerência na Check Point e Internet Security Systems e Westcon Brasil.

Canale se reportará diretamente à Wagner Tadeu, vice-presidente da Forcepoint para América Latina desde junho de 2018.

"É um grande prazer receber Fellipe Canale na companhia. Ele traz mais de 20 anos de experiência no setor de tecnologia da informação, e isso nos ajudará a continuar expandindo nossa atuação na região", comentou Wagner Tadeu. 

Tadeu tem aumentado a presença da Forcepoint no Brasil, quase dobrando a equipe da empresa para 20 pessoas.

A Forcepoint é resultado da compra da Websense e da Stonesoft, uma companhia da Intel, por parte da divisão de cibersegurança da gigante de defesa americana Raytheon.

No Brasil, a empresa começou o trabalho com uma base consolidada de clientes a partir das empresas atendidas pela Websense, que já tinha presença no país, e o ecossistema de canais Intel, que vendia Stonesoft no Brasil.

O portfólio da Forcepoint reúne sistemas que, além de protegerem a rede de ameaças externas, monitoram o comportamento dos funcionários para avaliar riscos de falhas (como abertura de e-mails com vírus) ou ações mal-intencionadas, como roubo de informações.

A Forcepoint oferece sistemas como DLP (Data Loss Prevention), UEBA  (User and Entity Behavior Analytics), CASB (Cloud Access Security Broker), Web/Email Security e Next-Generation Firewall (NGFW).