Vander Corteze, médico e CEO da Beep Saúde. Foto: Divulgação.

A DNA Capital - empresa de investimentos da família Bueno, fundadora da Amil - realizou um aporte de R$ 5 milhões na Beep, startup de saúde lançada em abril 2016. 

Além de ser acionista da maior operadora de convênios médicos do país, a família Bueno é dona da rede de laboratórios de medicina diagnóstica Dasa e do Ímpar, grupo com seis hospitais (entre eles Santa Paula e 9 de Julho, de São Paulo).

Com esse investimento, a startup pretende ampliar seu leque de atuação, com o objetivo de se tornar uma “one stop shop da saúde”. 

Hoje a empresa possibilita a oferta de vacinação e atendimento médico domiciliar 24 horas. Agora, passará a desenvolver soluções que englobam toda jornada do paciente desde a busca de informações sobre sintomas até o agendamento da consultas e exames.

"A tecnologia melhorou a experiência dos brasileiros em diversas áreas, como transporte, alimentação, música, entre outros. Por outro lado, não existe uma solução única capaz de auxiliar o paciente em todas etapas do cuidado com sua saúde. Com esse investimento estratégico, demos um passo importante nessa direção", explica Vander Corteze, médico e CEO da Beep Saúde.

Para atuar com a ferramenta, a rede de médicos, clínicas e laboratórios passa por uma avaliação e devem enviar documentação comprobatória. 

"Todos nossos médicos especialistas precisam enviar os títulos reconhecidos pelas entidades competentes", explica Rodrigo Ferrer, COO da Beep Saúde.

O sistema conta com mais de 1 mil médicos de 29 especialidades presentes em mais de 50 cidades. 

“Para o fim de 2017, temos como meta atender mais de 2 mil pacientes por mês e estreitar nossas parcerias com as operadoras de saúde", revela Corteze.

A ideia de criar a Beep Saúde surgiu quando o médico Vander Corteze, fundador da BR MED - rede de clínicas de medicina do trabalho - observou que a maior parte da população ainda recorre às emergências de hospitais para tratar situações de baixa gravidade. 

O negócio foi fundado em abril de 2016 com os sócios Iuri Menescal e Rodrigo Ferrer. 

Menescal é engenheiro de software há mais de 10 anos com perfil full-stack. Ferrer é engenheiro de Produção com experiência em saúde e consultoria, atuando por 3 anos na Pró-laudo.

Pelo aplicativo, é possível o paciente escolher a opção de atendimento à domicílio e definir qual profissional irá atendê-lo. A startup disponibiliza o currículo, valor da consulta, distância e depoimentos de outros usuários.

Disponível em Android, iOS e na versão web, a Beep Saúde atua nas regiões de São Paulo e Rio de Janeiro.

Esse foi o primeiro aporte da DNA Capital. Além dos R$ 5 milhões destinados a empresa para um período de 18 meses, outros aportes podem ser efetuados após esse prazo. 

Além do aporte, a Beep fechou também parceria com a Dasa. Com o acordo, o cliente compra a vacina ou o exame na plataforma e realiza os procedimentos num dos laboratórios do grupo, que inclui redes como Lavoisier.