LIDERANÇA

Bill McDermott, ex-SAP, será CEO da ServiceNow

23/10/2019 10:43

McDermott vai substituir John Donahoe, que será CEO da Nike.

Bill McDermott, novo CEO da ServiceNow. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Bill McDermott, que deixou a SAP neste mês após nove anos à frente da empresa, vai assumir no final de 2019 o cargo de CEO da ServiceNow. 

A empresa, tradicionalmente conhecida por sistemas de gerenciamento de TI (ITSM, na sigla em inglês), também atua hoje com uma plataforma para gestão de serviços de departamentos como recursos humanos, segurança e atendimento ao cliente.

“A ServiceNow é uma das empresas de inovação e crescimento mais empolgantes do mundo. A empresa possui uma plataforma transformacional, um time imensamente talentoso e um potencial ilimitado. Fred Luddy [fundador da ServiceNow] nos deu uma base duradoura sobre a qual construir o futuro brilhante da empresa. Considero uma honra pessoal suceder a John e ajudar a levar o orgulhoso legado da ServiceNow para o próximo capítulo. Estou empolgado e mal posso esperar para começar", declara McDermott.

McDermott vai substituir John Donahoe, que está deixando a ServiceNow para se tornar presidente e CEO da Nike em janeiro de 2020. 

Donahoe permanecerá como CEO da ServiceNow durante o período de transição e manterá seu assento no Conselho de Administração da empresa pelo restante de seu mandato atual, que termina em junho de 2020.

"O conselho da ServiceNow está entusiasmado pelo ingresso de Bill McDermott na empresa. Sua experiência global e histórico comprovado proporcionarão uma transição suave e uma forte liderança contínua. Bill aprimorará ainda mais a dinâmica e a reputação da ServiceNow como líder em fluxos de trabalho digitais comprometidos com o sucesso do cliente”, diz Jeff Miller, líder do conselho de administração da ServiceNow.

Fundada em 2004, a ServiceNow fechou o ano de 2017 com faturamento de US$ 2,6 bilhões, um crescimento de 36% em relação a receita do ano anterior.

O TechCrunch destaca que o perfil da empresa é bem diferente da SAP, que está no mercado desde 1972 como uma empresa tradicional de software on-premise. A ServiceNow foi fundada já como como uma companhia de software como serviço, atuando na nuvem. 

Na SAP, McDermott fazia parte de um processo de transição de uma empresa tradicional para novas soluções em nuvem. Agora, ele liderará uma organização muito menor, que já nasceu no modelo cloud. 

De acordo com estimativas, a SAP tem cerca de 100 mil funcionários, enquanto a ServiceNow conta com aproximadamente 10 mil. Já o faturamento de 2018 foi de US$ 2,6 bilhões (ServiceNow) contra € 24,7 bilhões (SAP).

Veja também

AZURE
SAP: acordo de migração para nuvem com Microsoft

Azure é a nuvem preferencial da SAP para clientes interessados em migrar o ERP da versão on-premise.

ENSINO
Tiradentes é SAP Next-Gen Lab

Universidade é a terceira no país a receber um espaço do tipo, depois de Unisinos e PUC-SP.

TCHAU
Bill McDermott deixa posição de CEO da SAP

Gigante alemã será comandada por dois co-CEOS de dentro da empresa.

CANAIS
SAP dá uma mão para o S/4 Hana

Framework é nova medida para ajudar a bombar a nova versão do ERP.

RESULTADO
Service IT fatura R$ 95 milhões

A empresa registrou crescimento de 15% em relação ao resultado do ano anterior.

EXCLUSIVO
França assume TI da Gerdau

Siderúrgica volta a ter diretor de TI. Vem mais investimentos por aí?

CARREIRA
Sonda contrata três novos diretores

Dominic de Souza, Adenilson Francisco e Roberto Trinconi agora integram a companhia.

LIDERANÇA
IFS tem novo Chief Product Officer

Christian Pedersen já passou por SAP e Microsoft.

AUTOMAÇÃO
Oswaldo Cruz adota ServiceNow

O objetivo foi digitalizar as solicitações e processos de TI.