Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) agora conta com o aplicativo Queixa Cidadã. Foto: Divulgação.

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) contou com a Solutis para o desenvolvimento do aplicativo Queixa Cidadã. Com a ferramenta, o consumidor baiano pode registrar suas causas online.

A ideia é evitar que seja preciso visitar um Serviço de Atendimento Judiciário, que funciona dentro do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), para o registro das ações de causas do consumidor. 

O projeto-piloto da ferramenta atende a demandas de serviços essenciais, como abastecimento de água. O Queixa Cidadã possibilita ao cidadão registrar queixas nos Juizados Especiais e ainda ingressar com ações de causas do consumidor com valores de até 20 salários-mínimos, sem a necessidade de advogado.

Segundo o Coordenador dos Juizados Especiais do TJBA, Paulo Chenaud, o aplicativo tem o intuito de garantir o acesso rápidoà Justiça e atenderá inicialmente a queixas de consumidores da Embasa (Empresa Baiana de Água e Saneamento da Bahia). 

Posteriormente, a tecnologia poderá ser acessada para reclamações de empresas de fornecimento de energia, planos de saúde e de telefonia.

Tecnologias emergentes como inteligência artificial e biometria integraram o desenvolvimento do Queixa Cidadã, que possibilita a identificação do usuário por reconhecimento facial e digitais. 

Para facilitar o uso do sistema, ele inclui uma assistente virtual, chamada Judi, que dá todas as instruções para o registro de queixas. 

A Solutis é uma empresa baiana de desenvolvimento de software. No ano passado, a companhia de 850 funcionários registrou faturamento de R$ 100 milhões. A meta é triplicar o valor nos próximos anos.