B32 acaba de ficar pronto na Avenida Faria Lima. Foto: divulgação.

O Facebook alugou 30% do edifício B32, um prédio de escritórios do mais alto padrão imobiliário (triple-A) que acaba de ficar pronto na Avenida Faria Lima, um dos mais importantes centros comerciais e financeiros de São Paulo.

Segundo o site Brazil Journal, a empresa está pagando entre R$ 180 e R$ 200 por metro quadrado, em transação que parece reafirmar os preços do mercado de escritórios num momento de adoção massiva do home office.

Com a chegada do Facebook, o B32 agora está 60% locado. Todos os outros inquilinos também são empresas de tecnologia, o que pode ser uma mudança de paradigma no logradouro tradicionalmente dominado por escritórios de advocacia e pelo setor financeiro.

Ainda de acordo com a publicação, as negociações entre o Facebook e os proprietários duraram quase um ano e sempre foram objeto de especulação no mercado, mas o contrato só foi efetivamente assinado há duas semanas, mesmo com a pandemia.

Os funcionários do Facebook estão em home office desde março e, no início deste mês, a empresa anunciou que vai liberar o trabalho remoto até julho de 2021.

Em maio, Mark Zuckerberg, CEO da companhia, disse que a rede social está “abrindo agressivamente contratações remotas”, em um movimento que deve resultar em metade da força de trabalho da empresa trabalhando de casa em 10 anos.

Resta saber agora se a operação brasileira do Facebook vai abandonar o Infinity, prédio onde está sediada, ou se o B32 será um espaço adicional.

Recentemente, a Amazon anunciou planos de agregar 850 mil metros quadrados de escritórios corporativos nas suas operações de Nova Iorque, Phoenix, San Diego, Denver, Detroit e Dallas nos próximos dois anos.

Na contramão do home office, o novo espaço deve abrigar 3,5 mil funcionários em posições corporativas aos quase 100 mil que a empresa já tem hoje (outros 500 mil trabalham nas operações).