Se quiser, a Hitachi pode transferir o dinheiro usando uma das suas retroescavadeiras.

A Hitachi vai comprar a GlobalLogic, uma multinacional de desenvolvimento de software, por US$ 9,6 bilhões.

O negócio é o maior já feito por uma companhia japonesa de equipamento elétrico. A Hitachi, um grupo centenário com negócios que vão de retroescavadeiras até ar condicionado, passando também por supercomputadores, já tem uma operação grande na área de tecnologia, a Hitachi Vantara.

A Hitachi Vantara é a união da Hitachi Data Systems, companhia de armazenagem de dados, com a Hitachi Insight, focada em Internet das Coisas, e a Pentaho, responsável por um produto open source de análise de dados e adquirida em 2015. A maior parte das vendas é de storage.

Já a GlobalLogic, fundada em 2000, tem 20 mil empregados em 14 países, uma lista que não inclui o Brasil. A empresa mantém uma operação latino americana em Buenos Aires, com 500 funcionários.

Os grandes grupos industriais japoneses parecem ter decidido fazer aquisições bilionárias de empresas de software em 2021.

Recentemente, a Nikkei cravou que a Panasonic estava nas últimas para comprar a Blue Yonder, uma multinacional americana especializada em software para supply chain, por US$ 6,5 bilhões.