INDÚSTRIA 4.0

FMM implanta IoT em fábrica de componentes para Jeep

04/10/2019 12:40

Projeto é das empresas Sawluz e Taggen.

Tecnologia monitora peças da indústria de componentes de plástico. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Faurecia PCMA (FMM), que fornece componentes de plástico para a fábrica brasileira da Jeep, apostou em projeto de internet das coisas (IoT) desenvolvido em conjunto pelas empresas Sawluz Informática e Taggen Soluções IoT.

Fazendo parte do complexo da Fiat Chrysler Automobiles (FCA Group), que reúne montadora e fornecedores no mesmo polo industrial, a FMM produz para-choques, aerofólios, painéis e consoles na cidade de Goiana, localizada na região metropolitana de Recife.

A tecnologia foi implantada para monitorar os racks utilizados para armazenar e transportar as peças da indústria. Neles, foram instalados beacons que enviam sinais via bluetooth para gateways que se comunicam com a plataforma de serviços Link IOT.

Todos são da Taggen, suportados pelo software na nuvem SW Stock, módulo do novo SawluzNet, um sistema focado em internet das coisas. As soluções Taggen e Sawluz podem rodar nos ambientes Microsoft Azure e AWS. 

A Taggen e a Sawluz fazem parte do Tecnosinos, parque tecnológico localizado em São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre. 

No projeto da FMM, o único momento de atividade manual é quando o operador usa o smartphone com um aplicativo, disponível para Android ou iOS, para associar as peças ao respectivo rack. Depois disso, todo o processo é automatizado, sendo possível rastrear cada rack e saber quais peças estão nele.

“Precisamos ter uma acuracidade entre a informação apresentada em nosso ERP com o que existe fisicamente na fábrica de 100%. Atingimos um nível de excelência após pouco mais de três meses do novo sistema de IoT", ressaltou Wagner Oliveira, CIO da FMM para a América do Sul.

A segunda etapa de instalação do sistema já começou, com ampliação do número de itens monitorados, assim como estudos para agregar outros tipos de inteligência artificial ao projeto.

"Estamos avaliando também a utilização de outros modelos TaggenBeacons, como os com sensores de temperatura e luminosidade, e os beacons-crachás, que são utilizados para análise da movimentação e performance dos colaboradores", salienta Sergio Passaretti, gerente comercial da Taggen.

Apesar de projetos como o da Jeep, uma pesquisa realizada pelo Instituto CESAR, divulgada em agosto de 2019, aponta que, 65,7% das empresas do setor automotivo brasileiro acreditam que estão longe ou muito longe da transformação digital. 

O estudo mostra que apenas 37,36% estão trabalhando em projeto para lidar com essa tendência. A maioria ainda não iniciou as ações ou ainda está se preparando. Uma parte das empresas, inclusive, acredita ou que transformação digital não seja uma prioridade ou que não impactará o seu negócio.

Veja também

RUCKUS
CommScope e Cesupa tem laboratório de IoT

Além da unidade de Belém, a empresa espera abrir mais três laboratórios no Brasil até o final de 2020.

ATENDIMENTO
Finep destina R$ 200 milhões para Indústria 4.0

O Inovacred 4.0 possibilita o financiamento para empresas com faturamento anual de até R$ 300 milhões.

FUTURO
WEG: mais uma compra foca Indústria 4.0

É a segunda aquisição da gigante catarinense de motores no mês. 

IOT
SP terá centro de indústria 4.0 com WEF

A inauguração do espaço será durante o Fórum Econômico Mundial para a América Latina, em maio de 2020.

TENDÊNCIA
Índice da TOTVS aponta que empresas estão pouco preparadas para a Indústria 4.0

Em uma escala de 0 a 1, as manufaturas instaladas no Brasil atingiram uma média de 0,52 pontos. 

AUTOMAÇÃO
Industrial-IoT traz startup quente de Indústria 4.0

Companhia foi investida pela Atomico e tem fundador do Skype no board.

FUTURO
Lançada Câmara Brasileira da Indústria 4.0

Novo governo sinaliza continuidade em torno de um tema que está em alta.

INDÚSTRIA 4.0
Randon usa Sequor no chão de fábrica

Empresa quer elevar o nível da manufatura através da digitalização dos processos.

AI
Planetun analisa pedidos de seguro com Watson

Ferramenta, rodando em IBM Cloud, verifica se fotos enviadas por usuários são utilizáveis.

INDÚSTRIA 4.0
SKA e Meta investem na Ayga

Startup de IoT é o novo negócio do fundador da Altus, Luiz Francisco Gerbase.