A empresa fabrica mais de 500 marcas de bebidas. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A ABInBev, dona da Ambev, contratou a Programmer's, paulistana especializada em inteligência de dados, para desenvolver um aplicativo que consolida, atualiza e fornece dados e KPIs globais para todos os usuários da área de negócios da empresa.

O grupo fabricante de bebidas tinha como desafio levar aos seus líderes e tomadores de decisões uma visão global dos dados financeiros da área de supply chain, KPIs, custos de insumos, matérias-primas e indicadores logísticos de forma unificada, atualizada e como fonte única.

Somente no caso dos KPIs, sigla em inglês para indicadores-chave de desempenho, atualmente são mais de 3 mil dando suporte à cadeia de suprimentos da empresa em todo o mundo, diariamente.

Devido a necessidades da área de supply chain, a ABInBev fez a migração para o sistema de gestão Anaplan no fim de 2019. 

Segundo a empresa, o ERP é extremamente robusto para as necessidades de gestão do grupo, mas não tinha flexibilidade para fornecer aos usuários de negócios relatórios atualizados e consolidados de KPIs globais. 

A companhia optou, então, por trabalhar com a solução Power BI, da Microsoft, mas consolidar os KPIs em relatórios era um processo bastante lento dessa forma, demorando cerca de uma semana.

Além disso, o processo ficava sujeito a erros: os dados eram extraídos manualmente do ERP, carregados em planilhas de Excel com milhares de linhas, tratados e, só então, disponibilizados no Power BI com números do mês anterior, já defasados.

“Era urgente fornecer aos líderes de negócios e usuários mais agilidade e assertividade na entrega de relatórios para a tomada de decisões estratégicas em relação às nossas mais de 300 cervejarias e 600 centros de distribuição ao redor do mundo”, conta Chris Russell, gerente global de supply transformation da ABInBev. 

A ABInbev escolheu, então, a Programmer’s para auxiliá-la nesse desafio. O projeto foi iniciado em março de 2020 e começou pela identificação dos dados no ERP Anaplan, visando a integração com o Power BI. 

A partir daí, foi construída uma base de dados estruturada e um processo 100% automatizado para, diariamente, extrair, armazenar, tratar e atualizar duas vezes por dia o relatório final com os mais de 3 mil KPIs. 

A etapa final foi a entrega do aplicativo Beerometer, construído dentro do Power BI, que hoje fornece os dados e KPIs globais aos tomadores de decisão da ABInBev. 

Atualmente, mais de 800 usuários de negócios da ABInBev têm acesso ao Beerometer, sem que a empresa precise gastar dinheiro com aquisição de novas licenças para o ERP, de onde são extraídos os dados. 

Com a plataforma de visualização de dados, a companhia pode analisar e comparar suas operações, impulsionando a eficiência e a competição interna em seus negócios.

Na pandemia, por exemplo, os consumidores deixaram de beber em locais com cerveja fornecida por barris para consumir em latas, em ambientes privados. 

“Esse aumento na demanda por cerveja em lata criou uma pressão adicional em suas operações, mas com a ferramenta, eles são capazes de gerar uma análise completa das linhas mais vitais do negócio, resultando em uma alocação eficaz de recursos de capital para os mercados críticos. Estamos muito orgulhosos deste projeto”, afirma Rafael Dourado, gerente de data analytics da Programmer’s.

A Programmer’s já havia desenvolvido outros projetos em nível nacional para a ABInBev anteriormente, o que a deu a chancela para abraçar uma oportunidade global dentro do grupo. 

Com mais de 31 anos no mercado de soluções digitais, a Programmer’s conta com 200 funcionários baseados em São Paulo, além de centros de desenvolvimento em Campinas, Matão e Araraquara, no interior do estado.

A Anheuser-Busch InBev foi formada em 2004 com a fusão da belga Interbrew e da brasileira Ambev. Somente em 2019, a empresa faturou US$ 52,33 bilhões.

Hoje, a companhia fabrica mais de 500 marcas de bebidas e está sediada em Leuven, na Bélgica, além de possuir escritório global em Nova York e sedes regionais em cidades como Londres, Cidade do México, Joanesburgo, St. Louis e São Paulo.