Marcelo Gracietti.

A Cheesecake Labs, empresa de desenvolvimento de aplicativos web e mobile sediada em Florianópolis, fechou o ano passado com um faturamento de R$ 10 milhões, uma alta de 25% frente aos resultados de 2017.

Desde a fundação, em 2013, a empresa já entregou 36 projetos, um pouco mais da metade deles para clientes fora do país em áreas como pagamentos, e-commerce, blockchain e internet das coisas.

Para 2019 a empresa prevê um crescimento de pelo menos 30%, chegando a R$ 13 milhões.

A Cheesecake Labs passou por uma mudança importante em 2018. Alexandre Cordeiro, Cássio Goulart, Marcelo Salloum e Victor Oliveira, os sócios fundadores da empresa, saíram todos da operação.

Eles devem formar um comitê e focar na visão estratégica do negócio. No lugar, uma nova diretoria assumiu liderada pelo CEO Marcelo Gracietti, contratado como VP de desenvolvimento de negócios em 2016.

Gracietti é um executivo jovem (como os fundadores da Cheesecake Labs), com uma passagem pela área de tecnologia da Schlumberger, uma gigante da área de petróleo americana.

“Queremos estruturar a Cheesecake seguindo o modelo de divisão em times, investindo em empoderamento e dando autonomia para que os colaboradores tomem decisões alinhadas com a visão estratégica da empresa”, explica Gracietti.