Baguete
InícioNotícias> Raízen busca startups de IoT para agro

Tamanho da fonte:-A+A

ACELERAÇÃO

Raízen busca startups de IoT para agro

Maurício Renner
// terça, 11/09/2018 05:58

A Raízen, gigante brasileira de açúcar e etanol, fechou um acordo com Vivo e Ericsson, para criar um programa de aceleração de startups com foco em IoT para impulsionar a transformação digital do agronegócio operado pela ESALQTec, uma incubadora de negócios focada em agronegócio da USP.

A Raízen é uma gigante brasileira de açúcar e etanol. Foto: Pixabay.

As inscrições para o Agro IoT Lab 2018 vão até o dia 14 de outubro. Serão selecionados dez projetos inovadores voltados ao agronegócio.

Os dez selecionados terão acesso ao espaço compartilhado do Pulse, localizado em Piracicaba, e a toda a sua infraestrutura de mentoria, workshops networking treinamentos aplicados ao agronegócio, além de terem a possibilidade de participar do ecossistema da Wayra com mentorias, workshops e treinamentos aplicados ao negócio. 

As empresas serão acompanhadas pela Wayra e, caso faça sentido para os dois lados, poderão receber investimento no futuro. A EsalqTec auxiliará os selecionados na facilitação acadêmica das tecnologias.

O processo é aberto a todas startups que tenham interesse em desenvolver e acelerar projetos para o agronegócio, com foco em soluções e produtos tecnológicos como IoT, energia, hardware, Inteligência Artificial, Machine Learning, SaaS, Big Data, Cloud Computing, E2E (end to end), entre outros. 

A Vivo levará a sua rede móvel 4G para o campo, utilizando a frequência de 450Mhz; a Ericsson fornecerá apoio às empresas por meio do uso de plataformas de software para IoT, e a Raízen a expertise e infraestrutura agrícola e o acesso aos canaviais.

“Essa união tem como objetivo desenvolver as tecnologias que colocarão o agronegócio no mundo da Internet das Coisas, apoiando-se no ecossistema de inovação aberta, com startups de base tecnológica focadas em resolver as necessidades do campo”, explica a diretora de Inovação e Produtos B2B da Vivo, Debora Ignácio Bortolasi.

Maurício Renner