FINTECH

Randon: R$ 7 mi na Money Money Invest

24/03/2022 11:17

Este é o oitavo aporte da companhia, que criou fundo há dois anos.

Executivos da Money Money e da Empresas Randon. Foto: Alex Battistel/divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Randon Ventures, unidade de investimentos e aceleração de startups da Empresas Randon, liderou uma rodada de investimento de R$ 7 milhões na fintech Money Money Invest, plataforma que oferece empréstimos para pequenas e médias empresas.

Fundada em 2019, a startup tem sede em São Paulo e atua por meio da modalidade conhecida como Peer to Peer Lending (P2P), conectando investidores dispostos a emprestar dinheiro a pequenos e médios empreendedores à procura de crédito. 

Através de uma plataforma on-line, a Money Money Invest já concedeu mais de R$ 32 milhões em crédito para mais de 390 empresas. Hoje, são mais de 1,7 mil investidores cadastrados.

Com o aporte, a startup pretende consolidar sua atuação, potencializando o modelo de negócio e ampliando a base de clientes atendida.

“Ter a Randon Ventures conosco nos dá a oportunidade de acelerar nossos ciclos de crescimento, dada as sinergias entre os nossos negócios e o ecossistema constituído pelas Empresas Randon ao longo desses mais de 70 anos de história”, afirma Marcos Travassos, CEO e cofundador da Money Money Invest.

Para as Empresas Randon, além de ser um investimento, a ferramenta deve colaborar na aceleração dos processos realizados pelas unidades de negócio de serviços financeiros e digitais.

“A nossa expertise de atuação financeira aliada ao modelo automatizado para concessão de crédito abre caminho para a construção de uma agenda de produtos disruptivos e potencializa aprendizados para atuarmos com novos perfis de empresas”, destaca David Félix, diretor do Banco Randon. 

Esse é o oitavo investimento da Randon Ventures, que foi fundada em 2020 junto a ACE, Ventiur e Baita. Seu foco é em novas tecnologias para os segmentos de logística, serviços financeiros, seguros e mobilidade das coisas.

Entre as investidas, estão a Reboque.me, voltada para serviços de assistência 24 horas on-demand para veículos, a Abbiamo, de controle digital de processos logísticos, e a TruggHub, marketplace especializado em fretes de cargas fracionadas.

O maior aporte, no entanto, foi no Grupo Delta, focado em tecnologia e serviços para o segmento de seguros e transportes, no valor de R$ 13 milhões.

“Apostamos em startups que estão num estágio mais avançado de desenvolvimento, como a Money Money, que oferece ao mercado uma experiência de oferta de crédito diferenciada, conectando investidores a empreendedores em busca de recursos”, destaca Mateus de Abreu, diretor da Randon Ventures.

Com um faturamento líquido de R$ 5,4 bilhões em 2020 (alta de 6,5%), a Randon atua nos setores de reboques e semirreboques, autopeças e serviços financeiros, com presença em 100 países.

Veja também

APORTE
Get Commerce capta R$ 1,2 milhão

Investimento na plataforma gaúcha de e-commerce foi da BR Angels.

DINDIN
Kamino recebe aporte de US$ 6,1 milhões

Nomes de peso querem ajudar startups a criar offshores.

AQUISIÇÃO
Nelogica compra Akeloo

A startup mineira é especializada em controle de tributos para investidores e traders.

STREAMING
Watch Brasil recebe aporte de R$ 28 milhões

Investimento é da Bertha Capital, gestora do corporate venture capital da Multilaser.

BIOMETRIA
Beach Park: reconhecimento facial com Unike

Solução é utilizada para pagamentos dentro do parque aquático.

SAÚDE
Vittude recebe aporte de R$ 35 milhões

Startup de psicologia irá usar o valor para expandir o negócio B2B.