Paulo Deitos e Guilherme Enck.

A Startse, empresa de destaque na cena de startups do país, acaba de lançar uma operação de equity crowdfunding, a CapTable.

Equity crowdfunding é um tipo de plataforma de investimentos por meio da qual pequenos investidores podem fazer aportes em uma startup, capitalizando depois numa eventual venda. 

No caso da CapTable, o valor do investimento começa em R$ 1 mil. A lógica para o pequeno investidor é a mesma da dos fundos: não é preciso que todas as startups sejam bem sucedidas, apenas que uma delas seja muito bem sucedida.

O investimento mínimo de entrada por de ser baixo, mas a CapTable está mirando volumes respeitáveis no total: são quatro startups abertas para investimento, com a meta de levantar R$ 3 milhões no total (veja quem são as startups abaixo).

Nos primeiros 15 dias de captação, a CapTable já levantou R$ 1 milhão, com um investimento médio de R$ 5 mil.

À frente da iniciativa estão os gaúchos Guilherme Enck, fundador da Deal Negócios Digitais, empresa de tecnologia aplicada ao setor financeiro, com uma passagem também pelo fundo Magnólia Partners e Paulo Deitos, fundador das startups Empreenda.vc, Nemein e URBE.ME. 

“O diferencial da CapTable é a disponibilização de startups que tenham um real potencial de escalar e que possam gerar retornos a todos que investiram nela. Nosso filtro é muito criterioso e conta com nomes experientes nos mercados de startups e investimentos”, aponta Enck.

Um negócio como a CalTable é um movimento natural para a Startse, que já tem uma grande entrada no segmento, com uma base de 9 mil startups cadastradas. Até agora, a empresa focava em cursos e em programas de inovação aberta para empresas. 

Inclusive, o mercado brasileiro já conta com uma plataforma de equity crowdsourcing bem sucedida. 

Desde sua fundação, em 2015, a EqSeed já realizou 22 rodadas de investimento, totalizando mais do que R$ 16 milhões investidos. Hoje, a empresa conta com uma base de mais do que 18 mil investidores.

No final do ano passado, a empresa realizou uma captação para ela mesma através da sua plataforma, arrecadando R$ 2,5 milhões.

De acordo com a EqSeed, foi a maior e mais rápida rodada do equity crowdfunding brasileiro, acontecendo em 27 horas.

A meta para 2019 é completar 30 rodadas de investimento com valor total de R$ 36 milhões.

QUEM SÃO

A maior captação esperada pela CapTable é da Trashin, com R$ 1,1 milhão. A startup realiza gestão de resíduos ao conectar geradores de lixo, cooperativas de reciclagem e as indústrias envolvidas na cadeia de produtos descartados.

A Eirene Solutions busca captar R$ 700 mil para seu negócio focado em desenvolvimentos de novas tecnologias para inovar o setor agrícola com foco em sustentabilidade. 

Já a InBeauty busca R$ 800 mil para seu trabalho de pesquisa aplicada em nanotecnologia para desenvolver suplementos de vitaminas e minerais em cápsulas.

Por fim, a que pretende levantar menos dinheiro é a NOC, que precisa de R$ 400 mil em investimentos para ampliar sua produção de conteúdo para pequenos negócios no varejo local, permitindo o acesso de empreendedores de pequeno porte a campanhas de publicidade.