Baguete
InícioNotícias> Fleury e Sabin investem no fundo Qure

Tamanho da fonte:-A+A

SAÚDE

Fleury e Sabin investem no fundo Qure

Júlia Merker
// quarta, 04/07/2018 16:24

O Grupo Fleury e Grupo Sabin,  dois dos maiores players de medicina diagnóstica do Brasil, iniciaram uma cooperação técnico-científica internacional. As empresas investirão de forma conjunta na Qure – venture capital e incubadora de startups na área de saúde que faz parte do fundo de investimento israelense Ourcrowd.

Os grupos Fleury e Sabin investirão de forma conjunta na Qure. Foto: Pexels.

Os grupos Fleury e Sabin já possuem uma trajetória de pesquisas, programas e iniciativas técnico-científicas e em inovação. O foco da parceria será o desenvolvimento de novos modelos de negócios nas áreas de inteligência artificial, diagnóstico remoto, segurança de dados, biologia molecular e monitoramento glicêmico.

O OurCrowd foi iniciado em 2013 e atua como uma plataforma de crowdfunding de capital para investir em startups globais. A organização é responsável pelo Qure, fundo de saúde digital estabelecido em Israel.

No portfólio da Qure estão hoje as empresas Zebra Medical Vision (que aplica inteligência artificial na área de radiologia), Kolgene (focada em testes genéticos), Dario (sistema de monitoramento para diabetes), CybermdX (voltada para segurança de equipamentos médicos), Tytocare (dispositivo de exames) e BrainQ (que atua com inteligência artificial para tratar distúrbios neurológicos).

" A aceleração das startups da Qure permitirá o acesso a tecnologias disruptivas em um dos maiores centros de referência em saúde digital, dedicado a soluções para a medicina de precisão e que tragam mais eficiência ao setor de saúde. Essa cooperação possibilitará o compartilhamento de conhecimento, mais agilidade ao ciclo de ampliação do portfólio de serviços de excelência e avanço científico", explica Lídia Abdalla, presidente executiva do Grupo Sabin.

Na avaliação do presidente do Grupo Fleury, Carlos Marinelli, as duas empresas têm atuação geográfica complementar, e essa cooperação técnico-científica confere maior atratividade e escalabilidade para introduzir no país potenciais soluções como as que são desenvolvidas pelas startups incubadas na Qure.

"Estamos atentos às mudanças no ecossistema de inovação. Além da forte aproximação que sempre mantivemos com a universidade para a produção de conhecimento e desenvolvimento de novas soluções na medicina, temos incorporado de forma crescente modelos de parceria com empresas de tecnologia, startups e outras empresas estabelecidas no segmento", completa.

O Grupo Sabin possui três décadas de atuação em medicina diagnóstica. Desde 2001, mantém o Núcleo de Pesquisa que apoia universidades e instituições acadêmicas no desenvolvimento de conhecimento e projetos de pesquisa. 

Além disso, já patrocinou por dois anos a aceleradora de startups em saúde Berrini Ventures. Em 2017, abriu edital próprio para aceleração de startups, o Inova Sabin, que integra parte do programa de corporate venture da operação. 

Este ano, por meio do Sabin Ventures, braço de investimentos em inovação do grupo, a empresa realiza a incubação da Pickcells, startup focada na automatização de exames parasitológicos e que, posteriormente, ampliará o uso da técnica para o desenvolvimento de exames em outras áreas.

O Grupo Fleury também conta com parcerias com startups. Recentemente, a empresa realizou o lançamento do Teste de Origem Tumoral (TOT) em parceria com a startup Onkos, o Hospital de Câncer de Barretos e a Universidade do Maranhão. 

A empresa também promove anualmente o Prêmio de Inovação Fleury, em sua quarta edição, com o objetivo de reconhecer projetos inovadores em saúde e trazer pesquisas da academia para os negócios.

Júlia Merker