E-COMMERCE

Magalu compra KaBuM! em negócio bilionário

15/07/2021 11:36

Operação é a maior desde que a companhia iniciou sua “chuva” de aquisições.

Frederico Trajano, CEO da Magalu. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Magalu anunciou a aquisição de 100% do KaBuM!, plataforma brasileira de e-commerce de tecnologia e games, na maior operação de compra desde que a companhia iniciou sua “chuva” de aquisições, com 21 empresas em um ano e meio.

O valor total da compra, que não está fechado, será pago em três etapas. A primeira parcela, à vista, é de R$ 1 bilhão, enquanto a segunda envolve a transferência de 75 milhões de ações ordinárias da Magalu ao longo de um ano e meio.

Já a terceira etapa de pagamento, de até 50 milhões de ações, ocorrerá em janeiro de 2024 e será condicionada ao cumprimento de metas do KaBuM!. 

Nesta quinta-feira, 15, as ações da Magalu abriram a R$ 23,90, o que somaria mais R$ 1,79 bilhão ao negócio somente na segunda parcela — caso as ações se mantenham no mesmo patamar.

Fundado em 2003 em Limeira, no interior de São Paulo, o KaBuM! foi um dos pioneiros no comércio eletrônico brasileiro e hoje afirma ser o maior e-commerce do segmento de tecnologia na América Latina. 

A loja virtual já atendeu mais de 8 milhões de pessoas e empresas em cerca de 5 mil cidades do país. Com 2 milhões de clientes ativos, a plataforma oferece mais de 20 mil itens para profissionais e para o universo gamer. 

Além disso, a companhia é uma das precursoras em esportes eletrônicos no Brasil, tendo criado uma equipe de League of Legends tetracampeã nacional e a primeira representante brasileira no campeonato mundial.

A KaBuM! Esportes apoia também outras modalidades de e-sports, como Counter Strike, FIFA e Free Fire. 

Em 2020, as vendas do e-commerce cresceram 128% em relação ao ano anterior e, nos últimos 12 meses, a empresa teve receita bruta de R$ 3,4 bilhões e um lucro de R$ 312 milhões. 

“Esse nível de rentabilidade apresentado pelo Kabum não é comum em players de e-commerce, o que mostra a eficiência da gestão da companhia. Isso mostra que a empresa é muito alinhada com a filosofia da Magalu, que também apresenta crescimento acelerado com resultados sustentáveis”, destaca Frederico Trajano, CEO da Magalu.

Com a aquisição, a plataforma passa a ser incorporada ao ecossistema da Magalu, com oferta de produtos no aplicativo e operando em cooperação com o Jovem Nerd e o Canaltech, negócios recentemente adquiridos e que dialogam com o mesmo universo de clientes. 

Segundo o site Brazil Journal, os fundadores Leandro e Thiago Ramos continuarão na operação pelos próximos anos.

"Com a compra do KaBuM!, nos consolidamos como um dos líderes do e-commerce formal brasileiro e reforçamos nossa atuação em um dos mercados que mais crescem no mundo — o de produtos para geeks e gamers", afirma Trajano.

Dados da consultoria Accenture mostram que a indústria mundial de games atingirá 300 bilhões de dólares ao final de 2021, receita maior que a dos setores de música e filmes somados. No Brasil, são 95 milhões de gamers segundo a consultoria de e-sports BBL.

Junto à aquisição, a Magalu anunciou a realização de um follow-on de R$ 3 bilhões, que deve emitir 150 milhões de novas ações. 

O sindicato de bancos responsável pela operação é liderado por Itaú e BTG Pactual e conta ainda com J.P. Morgan, Merril Lynch, Banco do Brasil, Bradesco, Goldman Sachs, Morgan Stanley, Santander e XP.

Os recursos captados terão como destino a expansão da Magalu em novos mercados, investimentos em logística, com abertura de novos centros e hubs de distribuição, e o pagamento de aquisições como a Hub Fintech, realizada em dezembro de 2020.

Esta é a décima aquisição da Magalu em 2021. Neste ano, a empresa já trouxe para seu portfólio Juni, Plus Delivery, ToNoLucro, GrandChef, Bit55, Jovem Nerd, SmartHint, VipCommerce e Steal The Look.

No ano passado, a companhia realizou 11 aquisições, entre elas Estante Virtual, AiQFome, Hubsales, Stoq, Inloco, Canaltech, ComSchool e a Hub Fintech.

Listada no Novo Mercado da B3 desde maio de 2011, a Magalu conta com mais de 47 mil funcionários e 1,3 mil lojas em 21 estados do país. Seu marketplace conta com 33 milhões de usuários ativos.

Veja também

EDTECH
Ânima Educação compra Gama Academy

Acordo de aquisição começa com um investimento de R$ 33,8 milhões.

BANCOS
Topaz compra 60% da CRK

Braço financeiro da Stefanini adquire mais um reforço para o seu porfólio.

FINTECH
PagSeguro vai comprar o Banco BV?

Fontes do Brazil Journal e do Valor Econômico confirmam negócio bilionário. A empresa nega.

LEVOU
Tivit compra Lambda3

Empresa tem 120 funcionários e foco em desenvolvimento ágil de software.

SOFTWARE
Encora compra Daitan

Empresa tem 500 funcionários em Campinas e faturou US$ 34 milhões em 2019.

E-MAILS
Penso compra Inova

Com o negócio, empresa totaliza 1 milhão de caixas de correio eletrônico.